Rita Ferro Rodrigues recorda ensinamentos da mãe e faz reflexão: "Ainda hoje guardo com tanto carinho a felicidade que sentia"

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Rita Ferro Rodrigues fez um desabafo nas redes sociais.

Rita Ferro Rodrigues recorreu às redes sociais, esta quarta-feira, dia 18 de janeiro, para partilhar com os seguidores um desabafo sobre uma memória de infância que tem com a mãe. A apresentadora contou que ela e o irmão não conseguiam estudar para História e estavam a tirar más notas. A progenitora decidiu ajudá-los e ensiná-los a estudar.

“Escusado será dizer que as notas a História começaram, quase imediatamente, a subir muito. Mas nesta memória, não é o destino que conta. É a viagem. É que eu aprendi a estudar com esse tempo que a minha mãe nos cedeu e até hoje nunca mais me esqueci. E ainda hoje guardo com tanto carinho, a felicidade que sentia nesse momento partilhado”, começou por explicar.

“Só nós os 3 ao fim da tarde com uma luz morna a entrar de mansinho na sala, o cheiro a papel novo das fotocópias, a alcatifa a servir de secretária, a voz da mãe a corrigir, a conjugação de cores das canetas, o brio nos apontamentos mais bonitos. Passei o método à Leonor também nesta idade fundamental”, continuou.

“Ontem repeti a fórmula com o Duda. Primeiro refilou. No fim agradeceu. Não se pode fazer sempre, as vidas não permitem e acredito que promover a autonomia é muito importante, mas por vezes só lhes falta esse tempo extra para ensinar o mecanismo, o método (e, ao mesmo tempo passar amor e criar memórias)”, afirmou.

E no fim deixou ainda uma reflexão: “Este texto não tem julgamentos. Temos todos vidas muito diferentes e o tempo é, muitas vezes, o maior dos privilégios. É apenas uma reflexão matinal sobre amor e apontamentos”.