Andrea quebra o silêncio e dá a sua opinião sobre a relação entre Liliana e Bruno de Carvalho

((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639647’]={‘i’:__lxGc__.b++}; ((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639641’]={‘i’:__lxGc__.b++};

Manuel Luís Goucha entrevistou familiares e amigos dos nomeados do ‘Big Brother Famosos’ desta semana e Andrea reagiu à polémica que envolve a amiga Liliana.

Bruno de Carvalho mostrou-se furioso com a posição da amiga de Liliana face a toda a polémica. Andrea quebrou o silêncio e deu a opinião sobre a relação entre os dois no programa ‘Goucha‘.

Andrea começou por confessar que foi difícil para a família e os amigos vê-la tão em baixo na segunda-feira. “Agora vejo-a mais tranquila. Ela rapidamente se envolveu e começou por jogar em parceria. Acaba por nem conhecer tão bem os colegas. Vejo a Liliana mais solta, com olhos mais abertos“, começou por dizer.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A amiga não tem dúvidas que Lili estava muito contida antes de Bruno de Carvalho ser expulso e tinha que pensar em tudo o que dizia antes. “É uma mulher de causas, muito forte, não é uma mulher com medos”, salientou.

A cantora acredita que ter gritado no domingo na gala para Lili ficar foi crucial, mas quis fazer um esclarecimento. “Quero que as pessoas entendam: não foi porque eu estava contra o Bruno, não estou minimamente contra o Bruno, mas estou a favor da Liliana”, reforçou.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Goucha recordou que Bruno de Carvalho está contra ela, mas a amiga da concorrente desvalorizou e brincou que umas horas de sono resolve a situação porque não se conhecem pessoalmente.

“Acho bem ela ter ficado [na casa e não ter desistido]. A Liliana foi para casa com um propósito, a cena dela é a música. Apaixonar-se dentro de uma casa é muito bom, mas a vida continua”, reforçou.

“No que aconteceu acredito óbvio. Acredito que esteja apaixonada e ele também apaixonado. Depois cada um sabe lidar à sua maneira”, afirmou Andrea.

Questionada se houve ou não violência, não tem dúvidas: “Sem dúvida que psicológica, claro. Está aos olhos de todos. Estava a chamar de burra , depois dizia: ‘tens que falar só comigo’. Isto é um comportamento de alguém que quer a pessoa só para si“. Andrea salientou que Bruno de Carvalho sabia que havia câmaras e isso custou-lhe.