António Carvalho: "Não acredito na Cristina Ferreira, já nos enganou várias vezes"

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

António Carvalho esteve com Bruno Almeida e Rita Santos na estreia da terceira temporada da rubrica Sem Filtro, do A Televisão, e a proximidade da chegada do Triângulo foi um dos temas em análise.

Que opinião é que Rita Santos, Bruno Almeida e António Carvalho têm sobre o Triângulo, próximo reality show da TVI? Os três ex-concorrentes de realities da TVI estiveram no Sem Filtro, do A Televisão, e procuraram descodificar o que aí vem.

O nome pode ser outro, mas vai-nos lembrar sempre o Big Brother. Pelo que a Cristina Ferreira disse, vai haver jogos físicos, psicológicos (…) A partir do momento em que metem gente numa casa, a dinâmica é muito parecida com o Big Brother. Mas acho que pode ser muito interessante para quem entrar, porque quando nós nos inscrevemos, já tínhamos uma ideia do que viria a ser. Aqui, não. Não se sabe nada. Só se sabe que vão para uma casa. Mais nada. Vão completamente à descoberta“, disse Rita Santos.

Eu acho que vai ser um programa de threesome. Como a TVI é viciada em casais, dois já não lhes chegam e agora querem fazer um programa com três“, brincou Bruno Almeida.

Eu não acredito na Cristina Ferreira. Ela já nos enganou várias vezes“, manifestou, por sua vez, António Carvalho.

Disse que vinha aí o setembro, mas nunca mais chega o setembro. Depois disse que vinha tempestade e veio um ventinho ligeiro. Eu não acredito no que ela diz. Eu acho que vai ser uma casa com pessoas lá dentro e que vão ter experiências sociais. Provas físicas. Provas psicológicas. E ainda por cima apresentado pela Cristina Ferreira. Por isso, acho que vai ser a mesma coisa do que o Big Brother. Só muda o nome por estratégia de marketing“, afirmou.

De seguida, Bruno Almeida voltou a pronunciar-se sobre o Triângulo e fundamentou de forma mais séria a sua opinião. “A receita volta sempre a ser a mesma. Eles tentam mudar e no início do outro Big Brother tentaram fazer coisas diferentes, mas uma semana depois já estavam a fazer o mesmo. É sempre mais do mesmo“, lamentou, antes de se focar em Cristina Ferreira.

A Cristina Ferreira não é definitivamente uma apresentadora de realities. Não faz o trabalho mal e até gosto da parte em que é bastante isenta. Não aconteceu com o Cláudio Ramos quando eu estava lá dentro. Eu notei que ele não gostava de mim. A Cristina não faz isso. Mas falta emoção. A piada. O ferver e viver o programa como a Teresa Guilherme o vivia. A Cristina não vive os realities como vive outro tipo de programas“, considerou.