Big Brother Famosos. PGR abre inquérito a Bruno de Carvalho, após queixa por violência doméstica

((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639647’]={‘i’:__lxGc__.b++}; ((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639641’]={‘i’:__lxGc__.b++};

A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) apresentou no domingo uma denúncia ao Ministério Público pelo “comportamento ameaçador” de Bruno de Carvalho no programa Big Brother Famosos.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou à Lusa, a abertura de um inquérito a Bruno de Carvalho, após a queixa da Comissão para a Cidadania e Igualidade de Género (CIG) apresentada no passado domingo, pelo “comportamento ameaçador” do ex-concorrente para com Liliana Almeida, no programa Big Brother Famosos.

Confirma-se a existência de inquérito relacionado com a matéria. O mesmo corre termos na Secção Especializada Integrada de Violência Doméstica (SEIVD) de Sintra”, lê-se na nota.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Segundo a CIG, a entidade que está integrada na Presidência do Conselho de Ministros, o comportamento do concorrente Bruno de Carvalho é “suscetível de configurar a prática de crime público de violência doméstica, na forma psicológica e física”.

Em comunicado, a comissão informa: “No cumprimento das suas competências, a CIG notificou a TVI no sentido de que esta estação televisiva tome de imediato as necessárias diligencias no sentido de pôr termo a esta situação, suscetível de configurar a prática de crime público de violência doméstica, na forma psicológica e física”, adiantando, que “apresentou já uma denúncia junto do Ministério Público sobre os factos acima relatados”.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Já hoje a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) confirmou à Lusa que recebeu queixas sobre alegadas situações de violência psicológica e física no programa da TVI Big Brother Famosos.

A ERC “confirma a receção de participações, submetidas por cidadãos e associações representativas, a respeito de alegadas situações de violência psicológica e física verificadas no programa Big Brother Famosos, emitido pela TVI“, lê-se, e acrescenta: “Estas participações encontram-se em apreciação pelos serviços da entidade“.