Big Brother. Miguel Vicente recorda antiga relação: "Afastei-me da minha família, por causa dela…"

((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639647’]={‘i’:__lxGc__.b++};

((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639641’]={‘i’:__lxGc__.b++};

Miguel Vicente revelou a sua ‘Curva da Vida’ durante a gala deste domingo, dia 02 de outubro, do ‘Big Brother’.

A gala deste domingo, dia 02 de outubro, ficou marcada pela chegada de novos concorrentes à casa do “Big Brother”. Na segunda parte do programa, Diogo Marques partilhou com os portugueses e com os restantes colegas de casa a sua impressionante ‘Curva da Vida’. O concorrente de Faro ‘abriu o coração’ sobre alguns dos momentos mais marcantes da sua vida até ao momento.

O algarvio começou por confessar que sofreu Complexo de Édipo. “Tinha sempre que adormecer com a minha mãe. Tinha ciúmes do meu pai, queria a minha mãe só para mim. Era muito ingénuo. Um menino com 15 anos não sabia nada”, admitiu, ao acrescentar que sofreu bullying na escola: “Eles batiam-me”.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

De seguida, Miguel Vicente recordou que teve dois acidentes de mota, em que no primeiro quase perdeu uma mão e no outro bateu com a cabeça numa rocha. Foi nesta altura que teve a sua primeira desilusão de amor. “Vejo ao fundo duas pessoas a beijarem-se e era ela e um rapaz da escola. Aquilo foi uma coisa que me partiu o coração mesmo”, admitiu.

Após a sua licenciatura em Educação Física e Desporto, e de ingressar no mundo do trabalho, conheceu o seu grande amor. “Foi a mulher que mais me marcou até hoje. Ela é muito direitinha, tem muita postura e dizia as coisas como elas são”, enumerou, ao revelar que era 7 anos mais velha.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Passado um ano de namoro, o algarvio pediu a sua companheira em casamento e recordou um período difícil com a sua família: “Eu afastei-me muito da minha família, porque ela e o meu pai chocavam. Eu amo o meu pai, mas também a amava ela”, confessou.

Por fim, revelou como terminou o seu relacionamento: “Estávamos noivos, ela não ficou bem, foi um desenrolar de faltas de respeitos, ofensas mútuas, candeeiros partidos, gritarias, horas a discutir um com o outro. Houve um dia em que meti uma pedra sobre o assunto e saí de casa”, admitiu.

Ora veja a ‘Curva da Vida’ na íntegra.