Joana Mortágua arrasa TVI: "A incapacidade de reconhecer sinais de abuso ou violência…"

((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639647’]={‘i’:__lxGc__.b++}; ((__lxGc__=window.__lxGc__||{‘s’:{},’b’:0})[‘s’][‘_216764’]=__lxGc__[‘s’][‘_216764’]||{‘b’:{}})[‘b’][‘_639641’]={‘i’:__lxGc__.b++};

Joana Mortágua lançou farpas aos responsáveis da TVI, após a polémica de Bruno de Carvalho no ‘Big Brother Famosos’.

Joana Mortágua escreveu uma nova crónica para o jornal I, onde fez duras críticas à postura da TVI e Cristina Ferreira, perante a polémica relação abusiva de Bruno de Carvalho e Liliana Almeida, no ‘Big Brother’. A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género apresentou uma queixa contra o empresário no Ministério Público.

Até esse momento poder-se-ia argumentar que os responsáveis da TVI padecem do mal social que é a incapacidade de reconhecer sinais de abuso ou de violência nas relações afetivas. Mas o caminho da estação televisiva foi mais perverso: depois de ter conhecimento da queixa, lucrou com a transmissão em direto de uma “gala”, recorde de audiências, onde a situação foi submetida a julgamento popular”, começou por dizer.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Beneficiando da ténue fronteira entre ficção e realidade proporcionada pelo subproduto televisivo dos reality shows, a TVI conseguiu de uma assentada normalizar todos os comportamentos que a nossa sociedade tenta há décadas que sejam amplamente reconhecidos como sinais de violência doméstica, e ainda reduzir a possível existência de um crime a uma matéria de “opinião””, acrescentou a deputada.

Leia aqui o texto na íntegra.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});